10 instrumentos de escrita mais caros do mundo – financialsonline.com Bitcoin Address Checker

Qual o melhor? escrita cara Instrumento do mundo em 2018? Considerando que um computador é um instrumento de escrita, a resposta é o supercomputador usado para o projeto de US $ 400 milhões do Earth Simulator. Aqui está a nossa lista completa dos mais escrita cara Instrumentos no mundo em 2018:

Instrumentos de escrita são ferramentas importantes para melhorar o conhecimento e a educação, dados os altos níveis de alfabetização nos Estados Unidos e em outros países desenvolvidos. Mas os Estados Unidos não são o país com a maior taxa de alfabetização. Washingtonpost.com informa que a lista é liderada pela Finlândia e os Estados Unidos não é. 7 de mais de 60 países. A lista é baseada em um estudo que analisa as tendências na alfabetização e alfabetização nesses países.


Os antigos mesopotâmios inventaram a caneta e a tabuinha no século IV aC. desde então, instrumentos de escrita evoluíram significativamente a partir de canetas e estão se movendo nos desktops, laptops e dispositivos móveis de hoje. Prnewswire.com diz o global instrumentos de escrita O mercado deverá crescer 3,3% entre 2017 e 2025 e chegar a cerca de US $ 24 bilhões até o final de 2025.

Para aumentar a sua criatividade, você pode investir no HP Japan Happy Hacking Keyboard Professional com ouro 24k. Além disso, é feito com madeira de cedro, que é a madeira mais cara do mundo. Por estas razões, é vendido a um preço impressionante de US $ 4.240. O teclado tem um design elegante e moderno e possui 60 botões. É ideal para escritores profissionais que podem criar inspiração para o seu melhor trabalho com esta obra-prima excepcionalmente trabalhada. 9. Tinta de impressora – US $ 5.654 por litro

A tinta de impressão é um dos líquidos mais caros do mundo, portanto, substituir a tinta da impressora é exorbitante. Os cartuchos de impressora contêm tinta de impressora cara. A tinta preta custa US $ 5.544 por litro e a tinta colorida custa US $ 5.654 por litro. Assim, os manuscritos dos escritores com problemas são mais valiosos do que você supunha. 8. Tablet Velho Mais Valioso – $ 10.500

Comprimidos cuneiformes eram usados ​​pelos anciãos para registrar coisas como coleta de impostos. Hoje, esses artefatos antigos se tornaram itens de colecionador valiosos. Na verdade, uma tabuinha cuneiforme suméria do século IV aC. O BC foi vendido por US $ 10.500 em um leilão no Colorado.

No entanto, você deve ter cuidado ao comprar um tablet antigo porque muitas peças falsas são vendidas. Outro risco é que alguns desses tablets são moedas roubadas que estão sendo negociadas ilegalmente, e comprar um desses tablets pode impedi-lo de fazê-lo. Portanto, tenha cuidado e faça sua lição de casa para comprar uma peça autêntica. 7. O lápis mais caro – $ 13,400

Lápis são usados ​​para desenhos e esboços, e se você usar algum deles, dê uma olhada neste lápis do renomado fabricante, Graf Von Faber-Castell, que fez a nossa lista dos mais caros instrumentos de escrita. Custa US $ 13.400 e o preço exorbitante é devido aos materiais valiosos no processo de fabricação.

O lápis Graf von Faber-Castell é decorado para a extensão com ouro branco e prata e decorado com diamantes. Além disso, a caneta possui um apagador embutido e um apontador. Para marcar o terceiro milênio, três diamantes são colocados sob o brasão da tampa do lápis. A tampa esconde a borracha e o apontador faz parte do expansor. A Conde Von Faber-Castell criou 99 peças dessa beleza em 2001 para o 240º aniversário da empresa, e o valor de cada lápis é sublinhado por sua embalagem impressionante. 6ª máquina de escrever mais cara – $ 254.500

A máquina de escrever está desatualizada instrumento de escrita mas os colecionadores investem em moedas raras e estão preparados para pagar preços astronômicos. A máquina de escrever mais cara já vendida é uma unidade Letter-32 Olivetti azul-clara, que foi comprada por US $ 254.500 em leilão. A razão para este alto preço é que ele pertencia ao autor Cormac McCarthy, que escreveu best-sellers como “The Road”, “No Country for Old Men” e “All the Pretty Horses”. Ele escreveu muitos grandes romances nesta máquina. Curiosamente, em 1963, McCarthy comprou a peça por apenas US $ 50. 5. A caneta mais cara – 730.000 dólares

Canetas podem espalhar tinta e causar confusão, por isso, se você estiver procurando por uma cara instrumento de escrita Isso não irá selar suas mãos e roupas com tinta, tente o ponto Mont Blanc por US $ 730.000. A razão para o preço surpreendentemente alto é a bela jóia que embeleza a caneta.

A caneta é decorada com pedras preciosas de 20 quilates e 840 diamantes. Os fabricantes são Mont Blanc e Van Cleef & Arpels e ela criaram apenas nove obras-primas, cada uma com duração de um ano e meio. 4. A caneta mais cara – US $ 8 milhões

As canetas estão se tornando cada vez mais obsoletas à medida que as pessoas recorrem a computadores e dispositivos móveis, mas ainda são usadas para fazer anotações em sala de aula, escrever exames em papel e realizar outras tarefas. Muitas pessoas estão dispostas a investir uma boa quantia em um pin de qualidade. Atualmente, a caneta esferográfica mais cara do mundo é a Fulgor Nocturnus, fabricada por Tibaldi, o famoso fabricante de esferográficas em Florença. Esta caneta foi comprada por uma quantia astronômica de US $ 8 milhões em um leilão em 2010 em Xangai, na China.

Por que o Fulgor Nocturnus é cerca de 8 milhões de vezes mais caro que uma caneta normal? A razão é que ele foi projetado com base nas proporções divinas de Phi, o que significa que a relação entre o plug e a parte visível do barril quando a caneta está fechada é igual à relação Phi de 1,618. Além de sua forma divina, o pino é decorado com 123 rubis e 945 diamantes negros. 3. O tablet moderno mais caro – US $ 8 milhões

O recorde para o tablet mais caro é o da Stuart Hughes Gold iPad 2 Story Edition, que custa incríveis US $ 8 milhões. A razão para o preço astronômico é que a unidade é coberta de ouro, diamantes, ossos de dinossauro e ammolita, a pedra mais antiga do mundo encontrada no Canadá. Além disso, o iPad tem 53 gemas que embelezam o logotipo da Apple e os diamantes de 12,5 quilates. O especialista em artigos de luxo Stuart Hughes criou apenas duas peças dessa beleza. 2. O notebook mais caro – US $ 30,8 milhões

O notebook mais caro é o Codex Leicester, usado por Leonardo da Vinci no século XVI para registrar referências à astrologia e à astronomia. O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, comprou este valioso artefato por US $ 30,8 milhões em 1994 para reviver a coleção da biblioteca, que contém muitos livros raros. Gates empresta este valioso manuscrito para a exposição em museus populares nos Estados Unidos.

O Codex Leicester é um manuscrito de 72 páginas que pertence aos 30 periódicos científicos que seriam o autor da Vinci. Ele contém iterações de idéias relacionadas à água, diagramas e esboços – represas, vórtices e marés – e a relação entre a terra, o sol e a lua. Especialistas consideram o caderno um documento caótico em que da Vinci desenvolveu muitas de suas idéias. 1. O computador mais caro – 400 milhões de dólares

O computador mais caro custa US $ 400 milhões, financiado pelo governo japonês. O supercomputador foi fabricado pela NEC Corporation e é usado para o projeto Earth Simulator. Este dispositivo tem 640 nós de processador e exibe um desempenho de 35,86 TFlop / s.

Cada nó do processador do supercomputador do Earth Simulator contém 8 processadores vetoriais que operam a 500 MHz com 16 GB de memória compartilhada, e a memória total da máquina é de 10 terabytes. O dispositivo é executado no sistema operacional NEC UNIX “SUPER-UX”, que é usado nos supercomputadores SX da NEC. Esta super máquina é usada para vários projetos de simulação oceanográfica, climática e atmosférica.