Artistas para assistir jackson imprensa livre jackson, ms localbitcoins paypal

Jackson ganhou oficialmente o apelido do "Cidade com alma" de volta durante a administração do prefeito Harvey Johnson Jr., e é apropriado. Se você pegar qualquer edição do Jackson Free Press, você é obrigado a encontrar mais soulful music do que você poderia agitar uma baqueta em. Por um lado, você pode sempre esperar ler entrevistas e histórias interessantes sobre locais e turnês. artistas de uma variedade de gêneros.

bitcoin custo de mineração

Mesmo com tudo isso, podemos apenas arranhar a superfície da produção criativa da capital. Felizmente, temos o anual JFP Music Issue para colocar em evidência apenas alguns dos atos locais que ajudam a tornar a cena musical a fonte próspera do som original que conhecemos. "Artistas para assistir" certamente não lista todos os Jackson artista que atualmente está matando o jogo, mas esperamos que você encontre alguns novos nomes para conferir.


E não, o "Cidade com alma" não é apenas sobre soul music. Nas próximas páginas, você encontrará histórias sobre uma coleção diversificada de músicos com histórias únicas. Esses anos "Artistas para Ver" incluem um violoncelista clássico com uma paixão pela música improvisada, uma cantora gospel de Nova Orleans que virou cantora de Jackson, uma cantora de 20 anos&Veterano do B-hip-hop e uma equipe de deathcore de Clinton tocando música pesada em uma cidade com menos saídas para música pesada.

Crescendo no East Village de Nova York, Parrales diz que desenvolveu uma apreciação por uma variedade de músicas. Seu pai era um percussionista latino e tocava música pela casa que era mais sobre ritmo e forma do que notas individuais. Ao mesmo tempo, ela teve uma educação musical um pouco mais tradicional no assentamento da Escola de Música da Terceira Rua.

melhor aplicativo de bitcoin

"Tudo o que fizemos foi improvisar em diferentes conceitos," Parrales diz. "Tipo, ela escolheria uma escala ou um clima ou uma tecla naquele dia (em um estilo diferente de música clássica), e nos contaria quanto tempo nossos solos seriam. Todos nós nos revezaríamos e seria muito, muito divertido, na verdade. Tive a sorte de ter essa exposição à improvisação em um ambiente realmente não ameaçador e acolhedor em uma idade jovem."

Desde 2016, Parrales atuou como a principal violoncelista da Orquestra Sinfônica do Mississippi, que a destacará em seu próximo show da série Bravo, "Vôo Fiery," apresentando Pyotr Ilyich Tchaikovsky "Variações sobre um tema rococó, op. 33," John Adams "Lollapalooza," Leonard Bernstein’s "Danças Sinfônicas" a partir de "História do lado oeste," e suíte de Igor Stravinsky de "O Pássaro de Fogo."

"Quando saímos na estrada e fazemos esse trabalho de divulgação, eu chamo-nos de ‘Reality Quartet’ porque lidamos com todos os tipos de circunstâncias – digamos assim," ela diz com uma risada. "Nós vamos ter que jogar em uma sala de almoço, ou jogar em situações estranhas que são meia sala de aula e meia sala de custódia. Eles não terão ar condicionado ou não terão estacionamento. Você nunca sabe como será o ambiente."

Tocar para o trio é gratificante em parte por causa da variedade da música, diz ela. No ano passado, eles tocaram tango do compositor argentino Astor Piazzolla e, neste ano, eles estão preparando Paul Schoenfield’s "Música de café," um jazz cigano híbrido, ela diz. Em um futuro próximo, sua posição com o Trio de Diamante também pode ajudar com outra de suas paixões: estreia nova música.

valor bitcoin dolar

"É basicamente eu fazendo o que faço: fazendo música," ele diz. "Eu realmente não acho que seja totalmente diferente. É meio sábio, como o amor de Dwayne e Whitley de (seriado clássico) ‘A Mundo diferente.- O conceito descreve-me e música, como se eu tivesse o mesmo amor pela música que Dwayne tinha por Whitley. Isso é meio que a diferença de tudo, mas é principalmente apenas música."

Apenas em 2018, ele lançou singles "Sulco Com Você," "Dublê em você," "Hitalick," "Bestie," "Milhão 1" e "Sentindo-me" apresentando K Camp, além de "UMA Mundo diferente." Ele também publicou dois projetos de colaboração com outros artistas de Jackson: "Ramantic sem esperança," um EP com o rapper Coke Bumaye, e um rap e R&Projeto B intitulado "61X" com a rua Rashad.

"Fazendo música por tanto tempo, tenho uma tendência de realizar projetos," ele diz. "Algumas pessoas dizem que eu exponho muita música, e isso fica na minha cabeça, então eu paro de lançar (material novo), quando eu faço muita música. Eu saí da minha cabeça e apaguei, mas eu estava segurando, esperando pelo momento perfeito. Às vezes, você percebe que não há um momento perfeito."

"Você sabe, esses mercados têm que te pedir" ele diz. "Você também pode lançar seus próprios shows, mas nos negócios em que estamos, na maioria das vezes, você precisa estar em demanda. Se você não está em demanda, não há razão para lançar um show se ninguém vir. Agora, como eu disse, eu vou a outros lugares para promover minha música, mas só para ter um show fora da cidade, não há muito disso acontecendo agora."

ganhar dinheiro bitcoin