Como você pode dizer se a carne de porco deu errado – health.net Off-line Bitcoin Wallet Generator

A carne de porco e a carne branca são geralmente consideradas uma alternativa saudável à carne vermelha e têm outros benefícios para a saúde. A fim de evitar os efeitos nocivos da carne de porco crua ou estragada, o armazenamento e a preparação adequados são essenciais. Quem come carne de porco deve saber como a carne ficou ruim e como cozinhá-la corretamente. Sempre cozinhar carne de porco fresca a uma temperatura interior de 145 graus Fahrenheit e lembre-se de armazená-lo corretamente. Como saber se a carne de porco é ruim

Bactérias de carne de porco estragada ou não cozida podem causar sintomas como dores de estômago, diarreia, náusea, vômito e cãibras. esta envenenamento Os sintomas podem durar de 1 a 3 dias e durar alguns dias.


Portanto, siga estas etapas para se certificar de que a carne de porco é boa para comer. 1. Sinta a carne

O cheiro de carne é uma das melhores maneiras de identificar carne estragada. As bactérias causam mudanças químicas e estruturais nos alimentos durante o ataque. Isso leva a uma mudança de cheiro e cor. Boa qualidade porco fresco deve ter pouco ou nenhum cheiro. O cheiro de amônia ou enxofre é um odor comum quando o alimento é contaminado por bactérias. Porco em embalagem a vácuo, por vezes, tem um cheiro que deve desaparecer depois de enxaguar a carne de porco com água fria. 2. Verifique a cor

A carne de porco deve ter uma cor rosa ou branca quando estiver fresca; qualquer outra cor indica que a carne está estragada. A cor verde, marrom ou cinza é um sinal certo para não comprar ou usar carne de porco. Leveduras e bactérias podem causar essa aparência, bem como incêndios congelantes, decomposição de mofo e proteína. A carne muito fresca é geralmente de cor avermelhada. O armazenamento a longo prazo do freezer pode causar descoloração ou escurecimento da cor, mas geralmente é possível comer de forma saudável. Cortar as partes queimadas do freezer para um melhor corte de carne. Toda gordura deve ser branca, nunca cinza ou amarela. O melhor curso de ação é não comer carne quando em dúvida sobre sua frescura ou segurança. 3. Sinta a carne

A carne fresca deve ser sempre firme. Uma regra geral é que a carne fresca deve ter a consistência da base da sua mão. Certifique-se de que a carne também esteja úmida. Carne dura, seca ou pegajosa é um sinal claro de deterioração. Não tenha medo de espremer ou espremer a carne no açougueiro ou caixa de alimentos para ter certeza de obter um corte de carne de porco de alta qualidade. Para evitar que o porco fique doente 1. Use o seu intestino

Se o seu “instinto” ou instinto lhe disser que parte do corte de porco não parece bom, não o compre. A evolução nos condicionou a ser naturalmente conhecidos quando algo não parece bom, se sente bem ou se sente bem. Infelizmente, algumas lojas inescrupulosas re-dataram ou remarcaram a carne para torná-la mais fresca do que realmente é. A natureza não mentirá e usará as estratégias acima para escolher o melhor corte de porco. 2. Verifique a data de embalagem antes de comprar

Sempre verifique o pacote de dados. Certifique-se de cozinhar ou congelar a carne de porco "uso de" Data do amor Alternativamente, se um "vender" Data é listado, não deixe de cozinhar ou congelar dentro de 3 dias a contar desta data. Não compre carne suína ou carne a partir desses dados, a menos que tenha sido devidamente congelada antes que os dados sejam atingidos. 3. Mantenha a vida útil da carne de porco em mente

Como qualquer refeição, a carne de porco tem uma vida útil limitada. Uma boa regra geral é ficar na geladeira por apenas 3 a 4 dias após a compra. Neste momento, é hora de cozinhá-lo ou congelar a carne. Após 4 dias, a frescura e a segurança diminuem e a carne de porco deve ser jogada fora para evitar envenenamento e um gosto ruim ao comer. Aqui está uma tabela da vida útil da carne de porco.