Novo pensamento para novos direitos – corte de bitcoin livre de newsish

Esses maiores reconhecimentos são o HIPAA (Lei de Portabilidade e Responsabilização da cobertura de Seguros de Saúde de 1996) e o GINA (Lei de Não Discriminação de Informações Genéticas de 2008). Cada um deles é voltado para defender pessoa específica privacidade em relação à informação contida na informação de saúde ou informação genética. Nenhum dos dois se concentra nos direitos de propriedade. Cada um é restrito de sua utilidade e não lida com a atmosfera tecnológica atual.

Em Pod deste 12 meses, a União Europeia aplicou o seu GDPR (o Regulamento de Segurança do Conhecimento Normal da UE), que se aplica a qualquer grupo que “ofereça bens ou serviços, ou monitorize o comportamento dos titulares de dados da UE.” Embora o GDPR seja voltado para defendendo a informação não pública de indivíduos dentro da UE, seus resultados são sentidos dentro dos EUA.


como corretamente. Ele tem necessidades estritas relacionadas a como um indivíduo oferece e retira seu consentimento para coletar e compartilhar suas informações privadas, associadas ou não ao seu bem estar ou não. Além disso, tem necessidades para garantir que as pessoas possam simplesmente obter qualquer informação sobre elas que tenha sido coletada e mantida por uma empresa.

bitcoin hack gerador apk

Os contratos sociais apresentam os fundamentos de como nossas comunidades funcionam e por que são seguras. Esses entendimentos coletivos baseiam-se principalmente no consenso social, ou acordos, que foram construídos em torno de questões como o que é valorizado, quais comportamentos são aceitáveis ​​e quando nossas tarefas devem transcender nosso interesse próprio rápido.

Quer reconheçamos ou não, esses contratos sociais são a premissa de nossas diretrizes e leis legais. Entre os muitos exemplos mais flagrantes estão a Declaração de Direitos dos EUA e a Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU. Direitos (UDHR). No entanto, cada legislação e regulamentação em cada etapa da presidência é, no final, uma imagem espelhada do contrato social mantido entre os muitos residentes desse grupo.

valor do preço do bitcoin

Empreendedores de saúde estão reconhecendo que o estado atual de como pessoa específica bem sendo identificação e direitos de informação são gerenciados é menor do que o ideal. Alguns vêem as ineficiências do presente se aplicarem e nivelarem a maneira como diminui o método de crescimento e aprovação de novas terapias. Outros consideram os direitos individuais como centrais para o envolvimento das pessoas afetadas. No entanto, outros questionam se a falta de direitos de propriedade de determinada pessoa em torno da identificação e da informação de bem estar de uma pessoa é simples.

carteira local do bitcoin

Para lidar com essas falhas, os empreendedores estão trazendo novas opções para o mercado. Em um único tipo ou outro, todos são voltados para o estabelecimento de uma nova estratégia para armazenar, compartilhar, pagar e capitalizar informações de bem-estar privado para o bem maior. Cada um aborda instantaneamente vários dos mecanismos de ativação desejados para determinar, permitir e ajudar a pessoa em particular a possuir identidades e informações de bem-estar.

Enquanto trabalhava na agência de TI e análise de saúde IMS Quintiles (agora IQVIA), Chu reconheceu os gargalos criados ao utilizar estratégias estabelecidas para reunir e analisar informações de bem-estar. Estratégias atuais tiram o pessoa afetada de envolvimento direto durante o curso de. Além disso, eles criam atrasos no aprimoramento e aprovação dos medicamentos mais recentes, que a Chu acredita que serão abreviados por meio do envolvimento direto de pacientes e do conhecimento digital.

Ele vê dar energia extra aos pacientes como, provavelmente, os resultados mais complicados da digitalização dos cuidados de saúde. Quando solicitado sobre quais resultados otimistas afetados ele espera que resultem, os fatores de Chu para a identificação e resposta a ocasiões antagônicas extra amigáveis ​​ao meio ambiente, como a descoberta de efeitos negativos de drogas.

O CEO e co-fundador Dr. Samir Damani vê a tecnologia blockchain como a capacidade de esclarecer esses desafios. A MintHealth projetou sua resposta blockchain para permitir um documento de bem-estar auto-soberano, seguro e de fluxo livre. Além disso, Damani vê blockchain como um instrumento de mudança para pessoa afetada conduzir oferecendo uma educação individualizada, auto-rastreamento e incentivos monetários.

Em seu TEDx Talk, o CEO e fundador Richie Etwaru defende um 31º Human Proper que estabelece que “cada ser humano possui suas informações inerentes perpetuamente, e mencionou que informações inerentes são categorizadas como propriedade”. Ele prossegue, aconselhando que isso, e subsequentemente, os direitos humanos devem ser estabelecidos por consenso de grupo, utilizando uma plataforma tecnológica descentralizada, ou seja, blockchain. Isso pode ser um afastamento radical da estratégia centralizada e institucional usada para determinar os trinta direitos humanos presentes reconhecidos abaixo da DUDH.

A esperança é que a expertise da blockchain possa permitir uma nova estratégia para coletar, armazenar e utilizar as informações que compõem sua identificação de bem-estar – uma que honre a privacidade e direitos de propriedade de pessoas que, adicionalmente, apoiando a entrada queria desenvolver medicamentos prescritos mais simples e econômicos, terapias e cuidados de saúde.

gastar bitcoins