novo valor sigilo bancário Crypto moedas da Suíça de um bitcoin

Desistindo de suas famosas leis de sigilo bancário, Suíça perdeu sua vantagem competitiva sobre os mercados financeiros rivais mineração bitcoin for dummies. O estabelecimento de um cluster moeda cripto em Zug agora fornece um impulso bem-vindo para a indústria, uma análise finews.com mostra.

A Suíça tem as melhores condições para as empresas com os chamados moedas de criptografia: esta afirmação não toca oco dada a dinâmica em torno do aglomerado de empresas estabelecidas no vale de criptografia em partes centrais do país em torno da cidade de Zug, tornando-o o cripto capital do mundo.

Finma, Suíça supervisor do mercado financeiro, tem dado à indústria incipiente um importante impulso com um conjunto amigável-cripto de regras bitcoin la moneda del futuro pdf. Numerosos fornecedores, corretores, plataformas e bolsas estrangeiras comerciais desde então, abriu a loja na Suíça, ou melhor, em Zug.


Bitcoin Suisse estabeleceu-se como um dos corretores mais conhecidos do mundo da moeda crescendo e ganhou o direito de agir em nome de instituições bancárias suíças bitcoin quotazione. Finma rapidamente aprovou a gestão de activos de criptografia de Falcon Private Bank, abrindo caminho para investimentos em uma nova classe de ativos para a indústria bancária suíça.

moedas de criptografia estão arraigados na Suíça a um grau inigualável por outros países, qual é a preço do bitcoin. Zug por exemplo, para a primeira comunidade a aceitar bitcoin como um meio de pagar impostos bitcoin lista ETF. Chiasso no sul da Suíça seguiu o exemplo desde então.

SBB, o operador ferroviário suíço e uma das maiores empresas do país, também aceitou a moeda para transações e clientes da Universidade de Lucerna são bem-vindos para pagar as contas com bitcoin.

organizações numerosas, promotores e redes estão trabalhando para tornar bitcoin e outras moedas cripto um tópico mainstream, através dos eventos e conferências e diversas iniciativas.

bancário suíço durante décadas foi o principal destino para os clientes de riqueza em todo o mundo, em busca de um lugar seguro para esconder longe de seus ativos como fazer dinheiro em bitcoin. Uma das razões para a atração do país foi bancárias troca sigilo bitcoins por dólares. Isto agora é tudo, mas desapareceu.

Mas alguns atributos distintivos permaneceram: a estabilidade política, o Estado de direito, um alto nível de segurança, padrões fortes para a protecção dos clientes e seus dados, e um sistema de educação formidável fornecendo um fluxo interminável de talento para a indústria.

E estes são os fatores que ajudaram a Suíça a desenvolver um conjunto de criptografia bem bitcoin 2.048 jogo. Iniciativas tomadas em lugares como Zug ou Lucerna são a prova de que o ecossistema FinTech está constantemente expandindo e atraindo uma clientela internacional.

Os bancos suíços vão lucrar bem 1 bitcoin preço na Índia. moedas de criptografia e a tecnologia blockchain são baseados em um mecanismo de segurança que se abre para negociação transparente, protegendo a identidade dos atores graças ao seu endereço de criptografia.

empresas suíças proeminentes estão trabalhando em outras formas de métodos de criptografia, incluindo um grupo contendo Zuercher Kantonalbank, Grupo SIX, Swisscom, INCORE Banco, bem como Inventx, ti&m e ZFI Zug, parte da Universidade de Lucerna.

Os bancos privados poderia usar o blockchain desenvolvido para salvaguardar a identidade dos investidores para manter informações sobre seus clientes protegidos enquanto em conformidade com as exigências de normas de transparência fiscal.

Com o desenvolvimento tecnológico fazer progressos e iniciativas lançadas por bancos, incluindo Falcon, Vontobel, Swissquote, bem como Leonteq e canto, há nada que impeça um ligando mais para cima entre a indústria moeda cripto e bancário suíço.

O regulamento inteligente e prospectiva por Finma ajudou o mercado financeiro suíço a ganhar uma vantagem competitiva em uma área que ainda pode vir a se tornar uma grande vantagem comercial rivalizando com o que tem ido abaixo: sigilo bancário.