O artista que estava pensando em pintar o tamanho do Bitcoin Blockchain

Assim como ele não era um pintor em seu tempo, que era admirado como Rubens (1577-1640), ele não é mais tão muitas pinturas como Prado. O primeiro foi mestre de Antuérpia, na cabeça violenta de uma oficina que tinha 25 auxiliares, incluindo Van Dyck, e produziu 1.400 pinturas. Se 90 m de Madrid incluem Pinacoteca é um artista parente próximo da família real espanhola – como e ser pintor favorito de Felipe IV O rei, Velázquez – ele era um conselheiro para Isabel Clara Eugenia, filha de Felipe II e Soberano de Nerlands. pintor da câmara tinha veio a Rubens de ordenar um campo de sua cabana de caça.


Então ele ordenou uma cópia de todos no Alcazar de Madrid: eles adornam as paredes de Las Meninas.

Viajante, multilingual, estudioso, colecionador e bibliófilo, Rubens adiciona todos os seus registros, adicionar os principais esboços pintores da história da arte europeia. Dos seus pincéis – sem intervenção da época, seus discípulos – vieram cerca de 500, dos quais 73 no Museo del Prado, da próxima terça-feira a 5 de agosto, podem ser vistos na exposição Rubens, pintor de esboços, organizado por Alejandro Vergara, Chefe de Conservação de Pintura flamenga por Prado, e Lammertse Frieze, curador da antiga pintura do Museu Boijmans Van Beuningen, em Roterdão, onde a exposição terá lugar em setembro. Ampliar a foto ‘The Descent’ (H. 1611-12), da coleção da Galeria Courtlaud em Londres. A Confiança de Samuel Courtauld

Embora Rubens use principalmente lápis e papel para preparar o trabalho futuro – nove mil de seus desenhos são mantidos – a produção de desenhos a óleo sobre tela ou papelão tornou-se um elemento fundamental de seu trabalho com métodos. Especialmente desde que ele esteve na Itália por oito anos, quando ele tinha vinte anos. Se o tamanho das obras varia entre 9 x 7 centímetros e 150 x 120, os destinatários poderiam ser três: o próprio artista, um cliente ou um assistente. Sugerindo a composição de uma pintura futura (ou a memória de uma gravação concluída), mostra um cliente que n fica mais e maior (às vezes há duas opções para escolher) ou ser um modelo para Weber A tarefa da tapeçaria é a função básica de uma Pintura que, sem perder seu caráter instrumental, torna-se um gênero independente: um desenho pintado.

Como líder da igreja jesuíta em Antuérpia perguntou ao artista se era possível para manter a pintura de preparação 39 pinturas para o telhado do templo, escolheu Rubens, em vez de pintar uma tela para um altar. Essa foi a estima que tinha por suas notas. Cinco dos medidores são na amostra Prado com duas séries de tapeçarias famosas: a Eucaristia, destinado ao convento madrileno de pés descalços real, e Aquiles, a última série de tapeçarias de um artista que projetou dedicada aos heróis Uma de suas mais famosas pinturas o imponente de Ulisses e Diomedes descoberto Aquiles, que pode ser visto na galeria central do museu. A poucos metros de distância, em uma exposição temporária para fornecer uma incrível variedade de relações e comparações, dois esboços do mesmo momento estão expostos. Mas acrescentou apenas no maior e mais completo, Rubens, encontra-se no piso do palácio, um símbolo vermelho do coração do amor entre o guerreiro ea princesa Deidamia, na presença de palco.

Altares, mesas de caça, ciclos decorativos para palácios e igrejas em toda a Europa, encadernações, esculturas, tapeçarias ou construções transitórias foram originalmente pinturas preparatórias e recebidas por Rubens. Em sua lendária coleção, ele também realizou artistas como Titian, Tintoretto ou Veronese. Um século antes, Michelangelo havia queimado todos os seus esboços. Daí a importância da amostra Prado, "Uma jornada no processo criativo de um dos cinco ou seis mestres mais importantes" da pintura clássica, diz Miguel Falomir, diretor da Pinacoteca, que na apresentação da exposição cria uma conexão irônica entre o estúdio do artista flamenco e a série New York Factory de Warhol do século XX. Retrato de Clara Serena Rubens (H. 1616), de Peter Paul Rubens. As coleções principescas, Vaduz-Vienna

Por sua parte, os comissários ressaltam a importância de Rubens para a consolidação de uma pintura e a apreciação da pintura que estava desmoronando em Veneza por Ticiano e apreciando a imprecisão. o "a suposição de uma estética baseada no uso expressivo da pincelada e a ausência de uma superfície polida são precedentes que permitiram o desenvolvimento de um esboço pintado", Impulsionado pela necessidade de maximizar o próprio sucesso, Rubens "transformou este tipo de imagem em uma parte sistemática da preparação de suas pinturas." Embora alguns especialistas lembrem Alejandro Vergara, Cheguei à conclusão de que o autor de três palavras de agradecimento poderia ter pintado algumas de suas tabelas de preparação em apenas uma hora, ele prefere deixar isso aqui "Re é uma linguagem de formulário específica para seus esboços"uma linguagem que lhe permitiu "Definindo formas e adaptando composições, descrevendo expressões de figuras e criando um esquema de luz e cor, poupando todo esse tempo não esboçando no mesmo nível de acabamento que vemos em suas obras.", O que persiste em Vergara não significa que você está pronto: você é assim. Alguns realmente diferem apenas das últimas pinturas em sua natureza preparatória: "Apesar de ter terminado o trabalho, você dá a impressão de não ser trabalhos em que o pintor ainda está trabalhando", Por este motivo, a exposição do Prado eliminará uma atmosfera de oficina não patenteável.

A exposição termina com uma piscadela de estética aparentemente inacabada: um retrato de Clara Serena Rubens, a filha mais velha do artista, que morreu aos 12 anos, seis anos depois de pintá-la. Isto não é um esboço, mas um resumo. para Alejandro Vergara, Ele é um excelente exemplo disso "metafísico e transcendental" Caráter do trabalho de Rubens. "Ele não era realista. Ele pintou a vida melhor e melhor. Não é o retrato de sua filha, nenhuma garota dá essa beleza, é o retrato do amor com o qual ele olha para ela. "Os orçamentos do estado e Saint-Augustin

No dia 25 de junho, poucas semanas antes do final do pintor Rubens, o Museu do Prado abre oito novas salas para Pintura flamenga. O que é improvável, Miguel Falomir confirmou ontem, é que no final do ano, como previsto no projeto de Norman Foster e Carlos Rubio, o trabalho de condicionamento do Salão do Reino no prédio ao lado do antigo Museu do Exército. Nos orçamentos gerais estaduais de 2018, serão disponibilizados um milhão de euros para esse fim, mas as contas ainda aguardam a aprovação do Congresso dos Deputados, onde o governo não conseguiu agregar uma maioria, o que dá sinal verde.

Informe-se no local se Rubens recentemente atribuiu o retrato de Santo Agostinho de pé sobre o altar da Igreja da Imaculada de Salamanca, Alejandro Vergara respondeu brevemente: "Temos que ver a pintura." Frieze Lammertse e ele mesmo conheciam um esboço que era a chave para a descoberta, o Matías Díaz Padrón, o ex-líder conservador de Pintura flamenga de Prado. "Ele não nos convenceu" Vergara disse. É por isso que ele não é exibido.