pulso Torres, um ano depois Bitcoin por dinheiro

ISIS, eventualmente, assumiu a responsabilidade pelo ataque bitcoin mac mineração. Mateen prometeu lealdade ao grupo terrorista islâmico-fascista durante as chamadas telefônicas com 911 operadores e negociadores aplicação da lei.

O grupo de King, #HugsNotHate, passa pelo menos dois fins de semana por mês no local o mais mortal tiroteio em massa na história EUA, oferecendo aos visitantes a oportunidade de pintar mensagens em rochas para o jardim em forma de coração ou dor simplesmente extinguiu-se com grandes abraços de urso.

A abraços começou nas primeiras horas após o ataque moneda bitcoin. Eu vi, depois de ter passado quatro dias em Orlando cobrindo a tragédia, recuperação e tentativas de cura bitcoin Índia. Eu estava fora do Orlando Regional Medical Center conversando com membros da família aliviado ao ouvir seus entes queridos estavam se recuperando e com os outros usando os olhos de dor, de coração partido de alguém que já sabia o que viria a ser oficial.


Eles estariam se preparando funerais não regressos a casa.

Passei muito tempo no centro da Flórida Central, um centro de LGBT em Orlando, que se tornou uma espécie de marco zero para as vítimas, amigos, familiares e, sim, até mesmo a mídia, para ir para a informação, contatos, aconselhamento, serviços e, é claro, abraços.

Eu arquivei minhas histórias lá e alguém sempre, inevitavelmente, me perguntou se eu tinha comido ou se eu precisava de água ou apenas alguém para falar para enviar bitcoin pagamento. Mas quando você está trabalhando em prazo tentando compartilhar histórias de sobrevivência e heroísmo, a dor no coração não bater em você até mais tarde.

O dia em que voltou, Mayra Alvear de Tampa estava em um banquinho perto da bandeira de pulso e se estendia até onde podia para pendurar outra bandeira apenas para o direito de uma fotografia de sua filha no memorial sempre crescente.

"Sim, eu perdi minha filha Amanda [Alvear] e sua melhor amiga Mercedez [Flores] naquela noite," ela disse com um sorriso simples, enquanto explicando como não há espaço para a raiva em seu coração. "É muito fácil de responder com amor e não a raiva hardware mineração bitcoin para venda. O que é que a raiva faz a seu espírito ou sua alma? Para outros? Não temos que mudar o mundo com amor."

Amanda Alvear tinha apenas 25 anos e tinha viajado de sua casa Polk County para assistir a Noite Latina no pulso bitcoin software de troca. Ela era um técnico de farmácia e estava estudando para se tornar uma enfermeira na Universidade de South Florida.

O horror da violência e do medo da incerteza de outro ataque terrorista atingiu Orlando novamente exatamente uma semana antes do aniversário da tragédia de pulso quando várias mortes foram relatadas nesta cidade.

Desta vez não era um radical islâmico espalhando uma doutrina de ódio, mas um homem se vingando descontente e perturbado em seu antigo empregador dólar bitcoin preço. Ele matou cinco antes de virar a arma contra si mesmo.

Pode soar piegas e talvez clichê, mas a bela cidade, muito conhecida por sua diversidade e aceitação da comunidade LGBT, realmente não respondeu ao massacre do ano passado com "amor e união."

"A cidade realmente mudou," disse Terry DeCarlo, diretor executivo do Centro da Flórida Central. "Naquele dia, no ano passado Orlando tornou-se, por falta de uma palavra melhor, um todo de compra das unidades bitcoin. Não houve preto, branco, vermelho, amarelo, judeus, muçulmanos, católicos, batistas oficial bitcoin local na rede Internet. Não havia nada disso. Foi Orlando."

DeCarlo, que refere-se a Orlando como a cidade de não abraços apertos de mão, aceitou outra posição em Miami antes do ataque boate pulso calculadora bitcoin mineração. Seus esforços de ralis e confortando a comunidade gay no rescaldo dos assassinatos causados ​​conselho de administração do Centro de convencê-lo a ficar.

"Este foi um ataque a toda a cidade. Sim, o ataque foi em uma boate LGBT sobre as pessoas LGBT, mas o resto do Orlando olhou para ele como um ataque à sua cidade e eles estavam todos de pé juntos," ele disse. "Tornou-se uma cidade de abraços e eu não vê-lo parar e eu espero que não pare e espero que ressoa fora de Orlando, porque você pode imaginar como este país seria se isso demos abraços não apertos de mão?"