Quando o rio se levanta um relatório da investigação da inundação no condado de Richland, Ohio anthology forum da mineração do richcoource.com bitcoin

Dan Tucker é um investidor agrícola e é dono da Tucker Brothers Auto Wrecking em Mansfield. Uma das oito fazendas das águas nativas do condado de Richland era a Forquilha transparente e a Garfo Negro do Rio Mohawk, mas apenas a sua descarga incendiou-se na Hickory Lane, ameaçada pela erosão do rio.

Mas desde 2010, as marés mudaram. Os preços agrícolas caíram, de modo que fazendas como os Masters estão experimentando fortes aumentos de impostos no final do ano. Masters e Tucker se preocupam com a chegada do dinheiro de suas colheitas – eles suspeitam de uma coisa: o dinheiro não é usado para flertar os rios que passam por suas posses.

Os senhores sabiam os tempos em que proprietários de terra como ele tinham permissão para cavar a seção do rio sem consequências legais.


Agora, porém, a lei exige que senhores e outros proprietários de terras andem ao longo de rios e córregos através de círculos burocráticos.

“Sim, é complicado, é um processo normal, e o processo começa com a conversa com o EPO de Ohio”, disse Hildreth. “Vento para eles, o que ele sente errado, ele também tem o ônus de encontrar soluções, e isso pode exigir um engenheiro hidráulico qualificado … direto do seu bolso.

Como investidor em terras agrícolas, Tucker conhece os cálculos de impostos do CAUV – mais de US $ 50.000 por ano em impostos pagos – um aumento de 150% em comparação com US $ 22.000 há apenas alguns anos. O maior pico que ele viu foi em sua fazenda de 160 acres. Em 2013, ele devia US $ 3.500. Em 2014, ele devia US $ 10.000, um aumento de 185%.

“Quando o sistema de inundação (MWCD) foi construído, foi construído de forma a reduzir significativamente o risco de inundações e mortes”, disse o engenheiro-chefe Boris Slogar. “O sistema foi muito eficaz para este fim, tanto assim que o Corp de Engenheiros do Exército estimou que a perda de US $ 10 bilhões até o sistema foi impedido.”

proprietários individuais que vivem em bacias hidrográficas será cobrado entre US $ 10 e US $ 15 por ano, também conhecido como uma estimativa diz Slogar. Esse dinheiro é então reunido e usado para empregar engenheiros treinados na manutenção de sistemas de água construídos para reduzir as inundações.

O CMCD coletará custos de avaliação de US $ 9 a 10 milhões por ano como parte de um plano de avaliação revisado introduzido em 2009. Isto é baseado na coleta de estimativas de 500.000 habitantes. Segundo seu site, 96% dos entrevistados pagam US $ 12 por ano.

Mas apenas as comunidades que decidiram usar as unidades das bacias hidrográficas podem se beneficiar do sistema de proteção contra inundações. Embora partes de Condado de Richland Dentro dos limites do MWCD, os funcionários do distrito decidiram não avaliar na década de 1930. Condado de Richland Os moradores não pagam em uma avaliação e roubam aos cidadãos a oportunidade de colher seus benefícios.

Em 2011, o ex-prefeito de Shelby, Marilyn John, e Joe Goeis, diretor da estação de inundação da cidade, reativaram um subúrbio adormecido de Black Fork. De acordo com John, o subdistrito não está ativo desde a década de 1960: sob a Lei de Proteção da Natureza, os sub-distritos têm o poder de avaliar seus donos, assim como o Muskingum WCD.

Chippewa ganhou logo após o terceiro, em 2015, em US $ 373.000 em dois engenheiros de meio período, aluguéis de escritórios e outras despesas gerais, US $ 256.000 foram gastos em manutenção de suas oito barragens em uma área rural de 188 milhas quadradas. ,

No entanto, a implementação bem-sucedida de um plano de proteção contra inundações poderia aumentar a designação da zona de inundação da FEMA e / ou da SFHA. De fato, qualquer coisa que reduza o risco de inundar uma área poderia desempenhar um papel na decisão da FEMA de aumentar sua denominação.

“Economize dinheiro em seguro de inundação usando seu inundação. Flood Insurance Os bônus são baseados em inundação. Portanto, como inundação elevado Flood Insurance os prêmios também estão subindo “, diz uma brochura informativa da FEMA Condado de RichlandO site com os regulamentos de construção.

Mansfield é um exemplo de uma comunidade fora da “apólice de seguro” de um santuário de água. Como resultado, os moradores que vivem ou possuem uma empresa de hipotecas em uma área de inundação geralmente pagam uma média de US $ 700 por ano Flood Insurance.

As autoridades de Mansfield dizem não porque os distritos em áreas urbanas geralmente não funcionam bem. MCD funcionários em Muskingum concordam, mas vamos lembrar rapidamente que os distritos não têm fronteiras geográficas. As subdivisões podem ser geograficamente grandes ou pequenas. Existem atualmente cinco sub-distritos dentro dos limites de Muskingum.

“Os rios ao redor do milênio devem ser mudados honestamente, é a natureza”, disse John Hildreth, administrador do distrito de conservação do solo e Water Richland. “Esse é o problema antigo: as pessoas querem a mudança. E a mudança geralmente acontece em uma superfície mais impenetrável, então … “

Hildreth se dedicou durante 25 anos para resolver os problemas que criaram essa inundação para o agricultor Richard Mestres eo empresário Dan Tucker. Até agora, o método de criação de um fundo pelo aumento do imposto sobre vendas não foi bem-sucedido. A lei correu três eleições separadas, cada vez falhando.

Aos olhos de Hildreth, os cidadãos querem que sua cidade cresça, mas não querem pagar por isso com o aumento de impostos. Como resultado, ele é restrito na ajuda que ele pode oferecer. Normalmente, a ajuda é a transferência para vários lugares, como o EPA de Ohio ou o Corpo de Engenheiros do Exército.

Todas as comunidades do Condado de Richland têm corpos de água fluindo através delas, algumas mais turbulentas do que outras. Os planos de proteção contra inundações em qualquer cidade ou comunidade afetam as inundações na comunidade vizinha. Se Shelby e Bellville / Butler implementarem suas barragens molhadas e secas, elas provavelmente irão melhorar os problemas de inundação em outras comunidades.

Assim, até que a água de Shelby, Bellville e Butler estão sujeitos a uma revisão técnica do WCD Muskingum ou um plano de protecção contra inundações, proprietários de terras, como Richard Masters é uma licença dos EUA Army Corps of Engineers exigir ou seu escritório regional. seus dilemas individualizados.

Essas autorizações permitem que os proprietários construam seu próprio aterro, como o que Dan Tucker construiu em seu lixão em Mansfield. Embora os aterros sejam soluções temporárias que precisam de remendos após fortes chuvas, Tucker disse que era melhor que nada.